sábado, 7 de diciembre de 2013

Olhar consciente

Em 1982, o fotógrafo britânico David Constantine se envolveu em um acidente de mergulho que o deixou paralisado do pescoço para baixo.
Mas Constantine não parou de fotografar. Com uma câmera e uma cadeira de rodas adaptadas, ele continuou a viajar pelo mundo fotografando pessoas em países em desenvolvimento e comunidades que lutam para se recuperar de conflitos.
Uma série de trabalhos de Constantine estarão expostos, ao lado de obras dos fotógrafos Nick Danziger e Justin Partyka, em uma nova exposição em Londres, With A Conscious Eye (Com Olho Consciente), que foca na maneira de contar histórias através de fotografias de viagem.
"David está confinado a uma cadeira de rodas, o que significa que seu ponto de vista é sempre no mesmo nível dos olhos ou abaixo do sujeito que está sendo fotografado", diz a curadora da exposição, Jessica Mander. "Eles retornam o seu olhar, com uma expressão não de piedade, mas de respeito mútuo."
A mostra fica em cartaz até 21 de dezembro na Galeria Osborne Samuel, em Londres.

Em 1982 o fotógrafo britânico David Constantine se envolveu em um acidente de mergulho que o deixou paralisado do pescoço para baixo. Mas Constantine não parou de fotografar. Com uma câmera e uma cadeira de rodas adaptadas, ele continuou a viajar pelo mundo fotografando pessoas em países em desenvolvimento e comunidades que lutam para se recuperar de conflitos. (Colombo, Sri Lanka. David Constantine)

Uma série de trabalhos de Constantine estarão expostos, ao lado de obras dos fotógrafos Nick Danziger e Justin Partyka, em uma nova exposição em Londres, 'With A Conscious Eye' que foca na maneira de contar histórias através de fotografias de viagem. (Mexico City, Mexico, 1990. David Constantine)

"David está confinado a uma cadeira de rodas, o que significa que seu ponto de vista é sempre no mesmo nível dos olhos ou abaixo do sujeito que está sendo fotografado", diz a curadora da exposição, Jessica Mander. "Eles retornam o seu olhar, com uma expressão não de piedade, mas de respeito mútuo." (Hyatabad, Pakistan, 1990. David Constantine)

"A recente história de um lugar ou de um país sempre me fascina, e eu tento fotografar pessoas que viveram, ou que possivelmente irão viver, momentos de grandes mudanças em seu país", diz Constantine. (Poznan, Poland, 1992. David Constantine)

A exibição conta com a série de Danziger feita em Maha Kumbh Mela na Índia, como esta foto dos peregrinos se preparando para o banho do amanhecer. (Pilgrims preparing for dawn bathing No. 1, 2013. Nick Danziger)

"Minha intenção era capturar mais do que apenas o calor da humanidade, e os atos de peregrinação", diz Danziger. "Com minhas lentes grande angular, a uma distância muito pequena, e as vezes no meio de um mar de peregrinos, eu queria olhar dentro de seus olhos, compartilhar sua admiração e respeito ao mundo em que vivemos, e a crença na vida eterna." (Pilgrims preparing for dawn bathing No. 1, 2013. Nick Danziger)

Em contraste, Jason Partyka trabalha perto de casa, documentando a região agrícola rural de East Anglia, Inglaterra. (Reed Cutting, Suffolk, 2004. Jason Partyka)

"As fotografias mostram um mundo rural que é desconhecido para a maioria de nós", diz Partyka. "Eu passei horas no campo enquanto os fazendeiros trabalhavam, olhando pacientemente como o homem e a terra intimamente formam um ao outro." (Sugar Beet Harvest, Norfolk, 2006. Jason Partyka)

'With A Conscious Eye - An Exhibition of Three Photographers' acontece do dia 4 a 21 de dezembro na Galeria Osborne Samuel, em Londres. www.osbornesamuel.com (Field with frost, Norfolk, 2006. Jason Partyka)

 Fonte: BBC Brasil

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...