jueves, 22 de julio de 2010

Nuvens noctilucentes


Pouco se sabe sobre as nuvens noctilucentes ou mesosféricas polares. Os cientistas John Rowlands e Nick Mitchell, da Grã-Bretanha, se dedicam a observá-las. (Imagens cortesia de John Rowlands e Nick Mitchell)


Noctilucente significa "com brilho noturno". Elas parecem brilhar porque se formam tão alto que continuam a receber a luz do sol mesmo depois do entardecer. (Imagens cortesia de John Rowlands e Nick Mitchell)


Elas chegam a se formar a 85 km de altura, nos limites da mesosfera. Essa foto foi tirada na igreja de St. Patrick, no País de Gales. (Imagens cortesia de John Rowlands e Nick Mitchell)


Da igreja pode-se observar o céu com clareza, já que sobre o mar, o horizonte não é contaminado por reflexos de luz. (Imagens cortesia de John Rowlands e Nick Mitchell)


A frequência deste tipo de nuvens dá indícios sobre mudanças no clima: acredita-se que elas sejam consequência de variações de longo prazo na mesosfera. (Imagens cortesia de John Rowlands e Nick Mitchell)


As nuvens polares noctilucentes variam muito, em algumas noites surgem no céu e em outras, desaparecem por completo, sem que se saiba as causas. (Imagens cortesia de John Rowlands e Nick Mitchell)


Acredita-se que atualmente essas nuvens são mais brilhantes e mais frequentes no céu noturno, mas ainda não há prova científica de que isso é verdade. (Imagens cortesia de John Rowlands e Nick Mitchell)


Fuente: BBC Brasil
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...